Iludido
“O tempo vai passando e você vai perdendo pessoas e ganhando memórias.”
Nós, no início das nossas vidas, sonhamos com a maturidade, com a liberdade, como se nossa felicidade começará a partir desta chegada. O maior erro da vida, será? Sinto falta de dias mansos, de dias de “tédio” ao lado dos que amo. Daquelas saídas com o meu pai, só para ver o Timão vencendo, daqueles jantares chatos e entediantes. Depois que a nossa “desejada” liberdade chega, percebemos que não é um mar de rosas, mas é a bruta realidade da vida, que te empurra para um caminho escuro, cheio de buracos e perigos que não estamos preparados. Esse é o jeito que o mundo mostra que uma fase de sua vida terminou, e outra começa. Olhar de frente para essa nova fase da vida e encarar com determinação. Sentir falta do passado é normal, mas cometer o mesmo erro é suicídio, viva o presente como se fosse o passado nostálgico e inesquecível.”
Iludido